Vídeos para emagrecer

100 metros rasos

100 metros rasos, a prova mais importante do esporte moderno

por Everson Alves

A prova 100 metros rasos é a prova mais importante de todo o esporte mundial. São 10 segundos de pura explosão muscular e superação que encantam a todos. A cada Olimpíada disputada, de 4 em 4 anos, surge o “homem mais rápido do mundo”.

A corrida toda é realizada em linha reta e a largada realizada com a ajuda dos blocos fixados na própria pista. A função do bloco é dar apoio ao atleta e proporcionar uma impulsão para as primeiras passadas.

Como curiosidade, os blocos são dotados de sensores para medir o tempo de reação de cada atleta em relação ao tiro de largada. Se o tempo entre o tiro e o primeiro movimento do atleta for menor que 0,1 segundo, a largada é considerada falsa. Um atleta olímpico reage com tempo entre 0,12 e 0,20 segundo.

A prova dos 100 metros rasos pode ser dividida em 5 etapas:

  • tempo de reação na largada
  • aceleração
  • velocidade máxima
  • desaceleração
  • chegada

Antes de correr os 100 metros, o atleta se encontra extremamente focado e concentrado. Ao se alinhar no bloco de largada, o organismo do atleta se prepara para “sofrer” nos próximos segundos. Ao sinal do tiro de largada, o atleta pressiona suas duas pernas contra o bloco e parte para a fase de aceleração. Durante a aceleração, cada passada pode receber até 3,5 vezes o peso do corpo de cada atleta.

Ainda com o tronco inclinado, o atleta usa toda sua força e técnica para aproveitar ao máximo cada passada. Já com uma postura ereta, a aceleração continua até cerca dos 60 metros, quando o atleta atinge a sua velocidade máxima na prova. Na prova masculina, Usain Bolt durante o recorde mundial chega a atingir quase 45 Km/h de velocidade máxima.

Nos próximos 20 ou 30 metros, o atleta mantém uma corrida, chamada de voo, pois cada passada dura menos que 0,1 segundo e já não tem a mesma força que tinham na fase de aceleração. Com o avanço dos treinamentos e técnicas de corrida, a fase de desaceleração quase não existe mais. Atletas campeões já são capazes de cruzar a linha de chegada ainda com sua velocidade máxima.

 

Final dos 100 metros rasos, Olimpíada de Pequim/2008. Recorde mundial de Usain Bolt.

Final dos 100 metros rasos, Olimpíada de Pequim/2008. Recorde mundial de Usain Bolt. (PhotoBobil/flickr)

A chegada pode fazer a diferença entre a consagração e a perda de uma medalha. A regra diz que o atleta completa a prova apenas quando seu tronco cruza a linha de chegada. Esse é o motivo que os corredores flexionam o peito para frente e esticam os braços para trás do tronco. Isso pode lhe dar alguns centésimos de vantagem nos 100 metros rasos, a prova mais importante do esporte moderno.

Seja o primeiro a comentar!

Participe, deixe um comentário: