Vídeos para emagrecer

Salto em altura

No salto em altura, a técnica e a impulsão determinam o vencedor.

por Everson Alves

O salto em altura começou a fazer parte das olimpíadas em 1896, nos jogos de Atenas. A prova masculina foi vencida por Ellery Clark, dos Estados Unidos. Em 1928, as mulheres começaram a participar em Amesterdan e a campeã foi Ethel Catherwood, do Canadá.

O recorde mundial masculino é de Javier Sotomayor, que saltou 2,45m, em 1993 e o recorde feminino é da atleta Stefka Kostadinova, que saltou 2,09m, em 1987. Em 2008 Pequim, Andrey Silnoy conquistou a medalha de ouro, Germaine Mason a de prata e Yaroslav Rybakov a de bronze, na categoria masculina. Tia Hellebaut foi ouro, Blanka Vlasic prata e Anna Chicherova bronze, na categoria de salto em altura feminino. Em 2009, em Berlim, Yaroslay Rybakov e Blanka Vlasic foram os campeões da modalidade masculina de salto em altura e feminina, respectivamente.

Para executar o salto em altura, o atleta corre em direção a uma barra horizontal que esta apoiada em dois suportes e salta, após o salto cai sobre uma caixa de espuma ou um colchão de ar que ampara a queda.

Se o atleta derrubar a barra horizontal ou não conseguir passá-la nas três tentativas, ele é desclassificado. A altura da barra é determinada pela organização da prova e sobe pelo menos 2cm a cada salto bem sucedido do atleta. A pista em que o atleta corre, antes do salto, deve ter no mínimo 15m de comprimento.

Alguns métodos são usados pelos atletas para saltar: salto de tesoura, salto cortado, rolamento californiano, variante de rolamento Californiano, rolamento ventral, variante de rolamento ventral e flop. Os atletas do salto em altura devem ter força de impulsão, sentido rítmico, capacidade de reação, flexibilidade, impulsão, dentre outras coisas para participarem das competições.

 

Salto em altura.

Salto em altura. (divulgação)

Seja o primeiro a comentar!

Participe, deixe um comentário: