Marílson Gomes dos Santos

por Everson Alves
  • Data de Nascimento: 06/08/1977
  • Peso e altura: 58.00kg | 1.74m
  • Melhores marcas: 5.000 metros » 13:19.43 | 10.000 metros » 27:28.12 | 10 Km » 27:48 | Meia maratona » 59:33 | Maratona » 2:08:37
Marílson Gomes dos Santos durante homenagem no Palácio do Planalto. (José Cruz/ABr)

Marílson Gomes dos Santos durante homenagem no Palácio do Planalto. (José Cruz/ABr)

O maratonista Marílson Gomes dos Santos é o líder do ranking nacional de maratona. O atleta nasceu em Brasília, no dia 06 de agosto de 1977 e é um atleta de provas de fundo. Atualmente mora em Santo André. Marílson dos Santos ganhou a São Silvestre em 2003 e 2005, e a Maratona de Nova York em 2006 e 2008. Marílson foi também o primeiro sul-americano a vencer a Maratona de Nova York. Esses são os principais títulos do atleta. Sua melhor marca pessoal de maratona foi 2h08min37, em Londres, no ano de 2007.

Marílson jogava futebol em Ceilândia, mas aos 9 anos resolveu acompanhar o irmão no atletismo e logo se destacou correndo mais que os garotos mais velhos. Aos 15 anos mudou-se para São Paulo para conseguir melhores condições de treino. Ao chegar a Santo André, Marílson melhorou muito e começou a ganhar patrocinadores, se formou em Educação Física e depois de muita luta e de muita dificuldade tornou-se um atleta consagrado a níveis internacionais.

Já venceu as Meias Maratonas das Universidades de 1997 na Itália, e de 1999, na Espanha. Em 2006, Marílson bateu o recorde dos 5000m, com a marca de 13m19s43, em Kassel, Alemanha. Em 2007, quebrou o recorde brasileiro dos 10000m, com 27m28s12, em Neerpelt, Bélgica e da Meia Maratona, com 59m33s, em Udine, Itália.

Nos jogos Pan-americanos de Santo Domingo, em 2003, Marílson foi prata nos 10000m e bronze nos 5000m. E nos jogos do Rio de Janeiro de 2007, foi prata nos 10000m e bronze nos 5000m. No Troféu Brasil de 2008, o maratonista foi campeão da prova de 5000m e de 10000m. No mesmo ano Marílson participou dos jogos de Pequim, mas não conseguiu completar a prova. Em 2009, Marílson foi homenageado pelos organizadores da Maratona de Nova York e ganhou o prêmio de atleta da época junto com a inglesa Paula Radcliffe.

Seja o primeiro a comentar!

Participe, deixe um comentário: