Colesterol alto: como combater o colesterol alto

Cuide de sua saúde e mantenha o colesterol em bons níveis.

por Everson Alves

O colesterol, substância semelhante à gordura, pode formar uma placa e bloquear as artérias coronárias, as artérias do coração. O coração bombeia o sangue, com oxigênio e nutrientes, e o faz circular pelo corpo inteiro. Mas quando as artérias que levam sangue ao coração ficam bloqueadas pelo colesterol, podem acontecer ataques do coração, e ai, as células cardíacas morrem.

O colesterol é importante, pois o organismo precisa dele para formar hormônios e vitamina D, dentre outras substâncias. Mas em excesso, pode resultar em placas nas paredes das artérias. O colesterol não se mistura ao sangue, e para ele se mover junto com o sangue é necessário que o organismo o ‘proteja’ com proteínas dentro de moléculas chamadas lipoproteicas de alta densidade (HDLs) ou de baixa densidade (LDLs).

Colesterol. (euthman/flickr)

Colesterol. (euthman/flickr)

O chamado colesterol bom são as lipoproteínas de alta densidade, que ajudam a remover o excesso de colesterol do corpo. E as de baixa densidade, chamadas de colesterol ruim, formam depósitos de placas e impedem a passagem do sangue.

Para conhecer os níveis de HDL e LDL no sangue é preciso fazer um exame. Para controlar o colesterol, às vezes, é necessário tomar remédios que só deve ser indicada por um médico.

Para combater o LDL, colesterol ruim é preciso evitar alimentos ricos em gorduras saturadas, controlar o peso, não fumar, evitar o estresse e praticar atividades físicas, que diminui o colesterol ruim e aumenta o nível do colesterol bom, a musculação é bastante indicada.

Alguns alimentos como leite integral, embutidos, frutos do mar, sorvetes, bacon, gema de ovos e creme de leite, são ricos em colesterol e devem ser evitados, principalmente os de origem animal. E alimentos como óleo de linhaça, farelo de aveia, pães integrais, suco de uva, frutas, couve-flor, mandioca, ervilha, cenoura, feijão e diversos vegetais ajudam a reduzir o colesterol do sangue.

Seja o primeiro a comentar!

Participe, deixe um comentário: