Soja ajuda a prevenir doenças do coração

A soja é um alimento que ajuda na prevenção de doenças do coração.

por Everson Alves

Hoje em dia milhares de pessoas morrem com problemas no coração. Os médicos explicam que algumas pessoas precisam de tratamentos à base de remédios, mas um número expressivo de pacientes pode se tratar apenas com alimentação baseada em soja.

Alguns alimentos são essenciais para a saúde e previnem muitas doenças. A soja é uma leguminosa nutritiva, fonte de proteínas, ferro, minerais e vitaminas: A, B1, B2, B5 e E. Ela atua principalmente na prevenção de doenças cardiovasculares, do câncer de próstata, do câncer de mama e muitas outras. Um dos alimentos mais cultivados e mais pesquisados no mundo é a soja que além de tudo é muito saudável.

Soja na prevenção das doenças cardíacas. (amicor/flickr)

Soja na prevenção das doenças cardíacas. (amicor/flickr)

Esta leguminosa pode ser utilizada como soja fresca, semente de soja seca, leite de soja, nozes de soja, tofu, carne de soja, farinha de soja e muito mais. A soja regulariza o ciclo menstrual, alivia os sintomas da menopausa, reduz o colesterol, a diabetes, previne arteriosclerose, o mal de Alzheimer, trombose, osteoporose, insuficiência renal, diarreia e alergia infantil. Entre tantos benefícios que a soja trás, um dos mais citados e estudados, é que a soja previne doenças do coração.

Este alimento funcional tem um papel preventivo e terapêutico em relação às doenças do coração. Quando consumida diariamente, a soja previne em até quatro vezes as doenças cardíacas nas mulheres. Os japoneses consomem muita soja no dia a dia e no Japão o número de doenças cardíacas é bem menor se comparado com os países do ocidente.

Os componentes da soja agem no controle do acúmulo de gordura nas artérias, assim diminuem o colesterol e por fim, diminui o risco de doenças cardíacas. Isso acontece porque a ação da proteína, das isoflavonas e das fibras presentes na soja, atuam separadamente ou em conjunto.

Seja o primeiro a comentar!

Participe, deixe um comentário: