Herpes Labial, um incômodo para milhares de pessoas

Veja como identificar e evitar a contaminação da herpes labial

por Everson Alves

O herpes labial é uma doença que atrapalha e incomoda muita gente. Esse vírus se manifesta através de pequenas bolhas que aparecem em torno dos lábios, do nariz e do queixo. Essas bolhas que são dolorosas e cheias de líquido. Essas famosas bolhinhas são o herpes labial, uma infecção vírica crônica.

O herpes labial aparece por causa de um vírus, o Vírus Herpes Simplex de tipo 1. Há ainda a herpes genital que é causada pelo Vírus Herpes Simplex de tipo 2. Esse vírus é um vírus que aparece e que é impossível de ser eliminado por completo. Há períodos em que o vírus fica adormecido nas células nervosas.

Detalhe Herpes Labial

Detalhe Herpes Labial

Esse vírus em determinados períodos “acorda” e percorre o nervo até a pele onde forma as bolhinhas. Depois de formar o herpes ele regressa ao corpo. É um vírus é muito contagioso. E se pega pro meio de contato físico, como abraços, beijos e copo compartilhado, por exemplo.

Desde a fase inicial, quando o indivíduo sente ardor e prurido até a fase de cicatrização, o herpes labial é contagioso. O vírus também pode ser transmitido por uma pessoa infectada que não tem os sintomas. Mesmo aparecendo apenas nos lábios, no nariz e no queixo ele pode ser transmitido pelos dedos, pelos olhos e pelos órgãos genitais.

Acreditasse que o vírus pode ser pego em um período de muita exposição solar, stress, em baixas temperaturas, em estados de febre, de gripe, de exaustão, quando há alterações hormonais e na menstruação. O tratamento é feito com pomadas.

Algumas pesquisas mostram que 80% da população é portadora do vírus da herpes labial. Mas os pesquisadores acham que a maioria dos casos acontecem na infância, ou seja, a pessoa é infectada pelo Herpes Simplex de tipo 1 enquanto criança e uma vez infectada, o indivíduo pode apresentar o herpes em vários períodos da vida.

Sempre mantenha o herpes labial limpo, tome aspirinas, paracetamol, ibuprofeno ou analgésicos quando sentir muitas dores. Evite alimentos salgados ou ácidos para não irritar ainda mais o herpes e faça bochechos com soluções anestésicas. Consulte um médico e proteja os lábios do sol.

Ao apresentar herpes labial:

  • não toque na ferida para não transmitir a doença
  • sempre lave as mãos, principalmente se tocar no herpes
  • evite dar beijos e dividir copos, talheres, escovas de dente, roupas, etc
  • não tente disfarçar a herpes com maquiagem porque isso pode piorar o problema

O herpes labial pode durar de uma a duas semanas.

Seja o primeiro a comentar!

Participe, deixe um comentário: