Mononucleose

O exame de sangue pode constatar com precisão a mononucleose.

por Everson Alves

A mononucleose é uma doença infecciosa aguda. Quando o paciente tem um número mais alto de leucócitos em um único núcleo celular da corrente sanguínea, ele tem os sintomas da mononucleose. A causa mais comum da mononucleose é a infecciosa que é causada por um vírus. E as infecções são causadas pelo vírus Epstein-Barr e pelo Cytomegalovirus.

As características da mononucleose são: mal-estar, dor de cabeça, sono, olhos inchados, falta de apetite, dores musculares, calafrios, náuseas, desconforto abdominal, febre, dor de garganta, aumento de gânglios ou ínguas no pescoço ou generalizadas e hepatite, em alguns casos aparecem manchas vermelhas pela pele. A maioria dos casos é causada pelo vírus Epstein-Barr. Esse tipo de infecção é adquirida pelo contato da saliva. É mais raro, mas a infecção pode ser transmitida na transfusão de sangue e pelo contato sexual.

Mononucleose

Mononucleose

A mononucleose é considerada uma doença contagiosa e é conhecida como doença do beijo porque é adquirida, na maioria das vezes, pela saliva e atinge principalmente os adolescentes e os adultos jovens, mas também ataca crianças. A doença leva de 2 a 3 semanas para se manifestar. Alguns casos são assintomáticos. Um dado importante é o aumento do fígado que acontece em aproximadamente 15% dos casos e o aumento do baço que acontece em 50% dos casos.

O diagnóstico pode ser feito apenas com exame clínico mas para ter precisão é preciso fazer o exame de sangue. A mononucleose tem duas fases, a primeira é quando aparecem os sintomas comuns de uma infecção viral que duram cerca de uma semana, a segunda tem sintomas mais específicos e é aí que ela permite melhor diagnóstico.

A evolução da mononucleose não traz muitos danos, mas em alguns casos mais graves ela pode ser responsável por problemas neurológicos, cardíacos, hepáticos ou renais. Pode ocorrer também a ruptura do baço. Por isso quando o baço está inchado, nas duas primeiras semanas, o paciente precisa fazer repouso.

O tratamento da mononucleose se contém a aliviar os sintomas da febre e das dores, porque a mononucleose não tem um tratamento especifico, ela se cura com o tempo. O repouso também é muito importante, pois ajuda na recuperação do organismo.

Seja o primeiro a comentar!

Participe, deixe um comentário: