Bupropiona

Veja como a bupropiona atua no tratamento da depressão.

por Everson Alves

A bupropiona pode ser um bom tratamento para a depressão. A bupropiona é um antidepressivo com ação farmacológica primária. Funciona como um inibidor da receptação da dopamina e da adrenalina. É indicada para o tratamento da depressão e de dependências, como a da nicotina. É recomendado que se use 300mg por dia, o que equivale a três doses diárias. Nunca use mais de 450mg.

Diferente dos outros antidepressivos a bupropiona pode ser utilizada em casos especiais de depressão, quando outros medicamentos não podem ser usados. Por exemplo, casos que os efeitos colaterais dos outros medicamentos que afetam o desempenho sexual do paciente ou diminuem a libido. A bupropiona não afeta as funções sexuais dos pacientes.

Caixa de bupropiona.

Caixa de bupropiona.

E ainda, a bupropiona diminui o desejo pelo cigarro, ou melhor, pela nicotina. Os pacientes depois de tentarem largar o cigarro de várias maneiras sem obter bons resultados, conseguem largar o vicio ao tomar a bupropiona, porque está substância minimiza os sintomas da abstinência da nicotina.

A bupropiona só deve ser indicada por um médico, pois o paciente sofre riscos de ter uma crise convulsiva, assim como os outros antidepressivos comercializados, por exemplo, o Prozac (fluoxetina). Esse medicamento é contra-indicado para quem teve enfarte do miocárdio recentemente.

Os sintomas da bupropiona são: insônia, tremor, ansiedade, enxaqueca hipertensão, perda de peso, irritabilidade, hipersudação, ondas de calor, reações alérgicas, torcicolo, problemas cardiovasculares, boca seca, aumento ou diminuição do apetite, dor nas juntas, dor muscular, tontura, coceira, urticária e sensação de calor no corpo.

Procure seu médico para maiores detalhes sobre a bupropiona.

Seja o primeiro a comentar!

Participe, deixe um comentário: