Durateston

Durateston, um perigoso anabolizante

por Everson Alves

Durateston é uma substância usada para a administração intramuscular. É um anabolizante que é injetado no corpo, comum aos adeptos de musculação. É vendida em uma embalagem com uma ampola de 1 mL. Durateston tem em sua fórmula: propionato de testosterona 30 mg, fenilpropionato de testosterona 60 mg, isocaproato de testosterona 60 mg, caproato de testosterona 100 mg e óleo de amendoim q.s.p. 1 mL.

A testosterona ajuda a aumentar rapidamente o volume da massa muscular e a perder gordura. Além de proporcionar um ganho de força, um objetivo da maioria das pessoas que faz musculação.

Durateston pode ser injetável. (ZaldyImg/flickr)

Durateston pode ser injetável. (ZaldyImg/flickr)

A substância contém quatro esteres diferentes do hormônio natural, a testosterona. O propionato de testosterona começa a fazer efeito logo que entra em contato com o organismo, mas seu efeito acaba rapidamente. O fenilpropionato e o isocaproato de testosterona demoram mais para fazer efeito, mas têm duração mais longa. Por isso, a injeção de durateston começa a fazer efeito logo que entra em contato com o corpo e tem seus efeitos cerca de três semanas.

Ampolas Durateston

Ampolas Durateston

Durateston é indicado após a castração, eunucoidismo, hipopituitairismo, impotência endócrina, sintomas do climatério masculina e em certos tipos de infertilidade, ou seja, em terapia de reposição da testosterona. A dosagem que deve ser injetada é indicada por um médico e vária de acordo com o organismo e as respostas de cada paciente. Normalmente os médicos indicam uma injeção de 1 mL a cada três semanas.

A durateston é contra-indicada quando há suspeitas ou histórico de carcinoma prostático ou mamário. Pacientes com insuficiência cardíaca latente ou manifesta, disfunção renal, hipertensão, epilepsia ou enxaqueca, devem ter acompanhamento médico. Caso aconteça alguma reação adversa é importante suspender o tratamento e só recomeçar depois de diminuir as doses de durateston.

Este anabolizante tem como efeitos colaterais: acne, o aumento do tecido mamário (ginecomastia), ganho de gordura e diminuição da lipólise, perda do desejo sexual, atrofia testicular, retenção hídrica que pode aumentar a pressão arterial, hiperplasia. Durateston só deve ser tomado com prescrição médica.

Seja o primeiro a comentar!

Participe, deixe um comentário: