Tiroxina

A tiroxina e suas relações com o hipotiroidismo e o hipertiroidismo.

por Everson Alves

A tiroxina, T4, é um hormônio tiroidal que também é chamado de tetraiodotironina. A tireoide sintetiza e lança esse hormônio na corrente sanguínea junto com a T3 (triiodotironina). A tireoide fica na região anterior do pescoço lateralmente à laringe e à traqueia.

A tireoide armazena uma quantidade de hormônios que é suficiente para aproximadamente 30 dias sem nenhuma síntese de novos hormônios. Por isso o hipotireoidismo ou o hipertireoidismo só mostram os primeiros sintomas depois de um mês que o problema começou. A falta da produção desses hormônios causa deficiência visual, pois os olhos saltam na órbita ocular, ficam arregalados, e também provoca a dilatação da glândula tireóidea, o que forma um “papo” no pescoço (bócio).

Tiroxina

Tiroxina

O paciente que tem hipertiroidismo tem: ansiedade, cansaço, insônia, tremores, aumento da sudação, falta de ar, diminuição do peso. Os sintomas do hipotireoidismo são: aparência apática, tendência a engordar, pele seca e escamosa, intolerância ao frio e cansaço excessivo. Quando essa deficiência não é detectada, em crianças, pode acontecer um retardo no crescimento e debilidade mental, o cretinismo.

A tiroxina tem como função estimular o metabolismo basal das células. Para acontecer isso ela usa como mecanismos: o aumento no número e do tamanho das mitocôndrias, aumento no transporte de íons, aumento no catabolismo de carboidratos e lipídeos (o que aumenta o apetite), aumento da formação de enzimas, aumento do oxigênio nas células, aumento na frequência e na profundidade das respirações, maiores movimentações gastrintestinais, excitação nervosa e estimulação da secreção das glândulas endócrinas. Assim, a tiroxina ajuda a tratar doenças causadas por deficiência na tireoide.

1 comentário

josicleide

Muito bom, sucinto claro e de fácil compreensão . Parabéns gastei bastante.

Participe, deixe um comentário: