Reeducação alimentar

A reeducação alimentar deveria ser mais estudada e seguida por pessoas que busca emagrecer ou ganhar peso.

por Everson Alves

A reeducação alimentar é a melhor solução para quem quer emagrecer de maneira saudável. Hoje em dia, a maioria da população corre atrás de um corpo bonito e principalmente saudável. Várias pesquisas comprovam que as pessoas mais gordinhas têm maiores chances de adquirirem determinadas doenças e morrem primeiro porque têm uma vida menos saudável.

Quem está com o peso correto tem poucos riscos de ter algumas doenças, além de se sentirem melhor com o corpo. O único problema é que em busca de uma bela aparência as pessoas embarcam em dietas malucas que muitas vezes desestabilizam o organismo e fazem as pessoas engordarem, muitas vezes, o dobro do que emagreceram.

Mesa com alimentos: frutas, legumes, queijo, pão integral. (Betsssssy/flickr)

Mesa com alimentos: frutas, legumes, queijo, pão integral. (Betsssssy/flickr)

Assim a melhor alternativa na hora de emagrecer é fazer uma reeducação alimentar aliada a exercícios físicos. As dietas de carboidratos, de proteínas, a dieta da sopa, da lua, ou qualquer outra acabam cansando as pessoas e são eficazes apenas em um curto intervalo de tempo. A pessoa enjoa de comer aquela mesma coisa durante muitas semanas e quando abandonam a dieta, voltam a engordar.

Uma reeducação alimentar estabelece padrões saudáveis para a vida inteira. Composta de alimentos naturais, pouco açúcar e pouca gordura, a reeducação alimentar é eficaz durante a vida toda e além de ajudar a emagrecer em casos de excesso de peso ainda ajuda a manter o peso ideal e não é uma mudança radical na vida da pessoa.

A reeducação alimentar proporciona uma vida mais saudável, perda de peso, maior vitalidade e tudo sem passar fome, porque proporciona uma mudança de hábitos. É necessário aprender a comer e não se sacrificar ficando longe de festas, jantares e reuniões familiares, comer de tudo, mas moderadamente.

Quando há uma mudança de hábitos é mais fácil, pois é possível substituir alimentos que engordam por alimentos menos calóricos que ajudam a emagrecer. Por exemplo, a carne vermelha pode ser substituída pela carne branca, os doces e chocolates por frutas, refrigerantes por sucos, os alimentos fritos pelos cozidos, o leite integral pelo leite desnatado. Beber muita água também ajuda muito.

Algumas dicas podem ajudar na reeducação alimentar: coma de 5 a 6 vezes e nunca pule refeições, não se alimente com produtos industrializados, não como frituras todos os dias da semana, evite gordura saturada como creme de leite, manteiga, queijos amarelos e não elimine alimentos integrais do cardápio como arroz e pães.

Seja o primeiro a comentar!

Participe, deixe um comentário: