Ansiedade antes da corrida. Como lidar com ansiedade?

Aprenda a lidar com a ansiedade, pensando em outras coisas ou levando a competição na brincadeira.

por Everson Alves

Emoção faz parte da vida de todo mundo e é muito comum na vida de um atleta. Depois de meses treinando chega o grande dia, o dia da prova. Mesmo que o atleta seja experiente sempre dá aquele friozinho na barriga, a famosa ansiedade.

A ansiedade aparece quando não sabemos o que vai acontecer, o maior medo é não alcançar o objetivo esperado. É importante saber controlar a ansiedade para que todo o preparo físico de meses não vá por água a baixo por causa de uma noite mal dormida ou por qualquer outro motivo. Essa ansiedade pode até diminuir com o tempo, mas sempre vai existir. Insônia, falta de apetite, suor excessivo nas mãos, irritabilidade e cansaço fora do comum são sintomas que podem acontecer dias antes de uma competição.

Largada de uma prova feminina. (yoppy/flickr)

Largada de uma prova feminina. (yoppy/flickr)

A confiança durante o treino é essencial para diminuir a ansiedade da competição. Existe dois tipos de ansiedade: somática e cognitiva. A somática atinge o organismo todo, provocando diarreia, urgência para urinar, insônia e até síndrome do pânico. Técnicas de respiração, relaxamento e mentalização podem ajudar. A cognitiva atinge a mente. É o medo de não alcançar o objetivo desejado, não pensar muito na competição é o ideal a fazer, distrair a mente com outras coisas e encarar a prova como uma brincadeira.

A ansiedade consome energia e isso pode atrapalhar em provas de resistência como maratona, triathlon ou natação. O atleta também perde a atenção e isso pode prejudicar. A ansiedade provoca um sentimento de angustia que faz o atleta chegar ao local da prova horas antes da hora marcada. O atleta pode até queimar a largada de tanta ansiedade.

Seja o primeiro a comentar!

Participe, deixe um comentário: